Michael Kiske Brasil :: O Site Brasileiro!
Conecte-se para visualizar o site livre de propagandas , ter acesso à todas as áreas do fórum e participar do Fã Clube Brasileiro de Michael Kiske.




Michael Kiske esclarece algumas coisas sobre a turnê

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Michael Kiske esclarece algumas coisas sobre a turnê

Mensagem por Paulo Felício em Qui Jul 01 2010, 15:48

Confira a nova entrevista de Michael Kiske, realizada pelos Fã Clubes:

Fã Clube: Como você se sentiu nos 3 shows de aquecimento e no “grande evento” como o Sweden Rock Festival?

Michael Kiske: Eu estava um pouco nervoso nos shows de aquecimento, o que é normal depois de tanto tempo. Mas shows de aquecimento são apenas shows de aquecimento; o que significa que aqueles shows são apenas pra ter uma idéia de palco de novo. E, claro, eu não estava 100% neles. Ninguém poderia esperar que eu estivesse, obviamente. Mas eu me sentia melhor a cada show. Na Suécia eu me senti muito bem! Ótimos fãs! E de alguma forma os grandes palcos são mais fáceis de lidar e o som/retorno de palco lá era muito bom também. Eu estava mega feliz com minha voz em geral. Porque devido à empolgação e estar fazendo as coisas ao vivo eu estava tendendo a forçar demais; o que estava fazendo a voz ficar cansada rápido demais e às vezes soar meio “suja”. Tudo é questão de tempo. Nós fizemos aqueles shows pra voltar pro negócio de novo e ter uma ideia de onde realmente estamos.

Fã Clube: Na última entrevista que fizemos com você para o lançamento do "PAST IN DIFFERENT WAYS" nós falamos sobre “A Little Time”. Você disse que não curtia aquela parte do meio com o telefone da versão gravada com o HELLOWEEN; e que gostaria de refazer uma versão original na linha da que era com o I'LL PROPHECY; mas a essa idéia expirou e você acabou usando “Rain” dos BEATLES. Por que você agora escolheu “Victim Of Changes” do JUDAS PRIEST?

Michael Kiske: Eu ainda amo o material antigo do JUDAS PRIEST e meio que começou a rolar de tocar a música durante os ensaios e então ficamos com isso. Eu considerei mais interessante do que o velho 'oba-oba' com a platéia que a gente costumava a usar nos velhos dias.

Fã Clube: No próximo festival “Masters Of Rock”, o UNISONIC vai dividir palco com bandas de velhos parceiros como MASTERPLAN e GAMMA RAY. É possível pra você fazer uma colaboração no show deles ou eles com você no do UNISONIC? (Nota: MASTERPLAN não vai mais tocar no festival)

Michael Kiske: Provavelmente não. Nós realmente queremos mais apresentar o UNISONIC no momento do que fazer uma jam com velhos companheiros.

Fã Clube: Em um show você disse que a banda não tem tantas músicas para tocar então “Cross The Line” foi tocada de novo. Mas por que não usar músicas como “Believer”, “Changes”, “A Scene In Replay” ou “Place Vendome” .(principalmente esta música, que foi composta pelo Dennis)

Michael Kiske
: Nós escolhemos as que nos deu impressão que ficariam boas ao vivo. Nós não podemos tocar todas, obviamente. Mas a gente simplesmente não aprendeu mais músicas pra tocar ao vivo. Claro que há mais músicas disponíveis, mas ainda não no nosso repertório.

___


Muito além da nova fronteira, sendo um Deus sem piedade e sem medo
Cria uma besta, faz um homem sem alma
Vale o risco?
Uma guerra entre Deus e o homem
avatar
Paulo Felício
Moderador

Mensagens : 1197
Data de inscrição : 23/03/2009
Idade : 26

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum